CHICO CARVALHO - PSL

Biografia

Francisco de Assis Maciel Carvalho, Chico Carvalho nas urnas, é natural de São Luís e tem atualmente 73 anos. Chico é advogado por formação e auditor fiscal municipal aposentado.

Filiado ao Partido Social Liberal (PSL), desde 2006, quando concorreu para deputado estadual, ele soma atualmente oito mandatos em sua carreira na vereança em São Luís, conforme afirma seu perfil no site da Câmara Municipal. Ele é filho do ex-deputado José Mário de Araújo Carvalho.

Em 2018 submeteu-se a procedimentos cirúrgicos por problemas cardiovasculares.


Trajetória Política

Chico Carvalho acumula 32 anos consecutivos de mandatos concluídos como vereador na câmara municipal de São Luís. Ele foi eleito nos pleitos de 1988, 1992, 1996, 2000, 2004, 2008, 2012, 2016 e agora em 2020 (quando completará, ao fim do mandato, 36 anos como vereador).

A primeira eleição de 1988, ele concorreu pelo Partido da Frente Liberal, conforme dados encontrados na wikipedia e foi eleito com 1845 votos. O site do TSE não apresenta mais dados sobre esse pleito..

Em 1992, concorreu novamente e foi eleito pelo PFL com 1.614 votos (dados da eleição de São Luís na página 192 do arquivo). De 1996 a 2004 não foram encontrados dados oficiais do Tribunal Superior Eleitoral sobre as eleições nesse recorte temporal. Sabe-se que em 2004, ele concorreu pelo Partido da Reedificação da Ordem Nacional (PRONA) apenas.

Em 2008, ele concorreu pelo PSL, sendo eleito por média, a plataforma do TSE para essa eleição só informa o quantitativo geral de vereadores eleitos (à época eram apenas 21).


Na sétima candidatura, em 2012, ele alcançou 5.580 votos e na última eleição de 2016, foi reeleito com 5.784 votos.

Sobre o vasto período de atuação na câmara municipal, destacam-se os seguintes pontos mais recentes:

Chico foi presidente da Câmara por seis anos consecutivos, conforme afirma site da Câmara, de 1994 a 2000.

Em 2017, propôs o projeto de lei Nº 113/2017, que "institui, no âmbito do sistema de ensino do município de São Luís, o programa Escola Sem Partido" que foi arquivado pela repercussão negativa que obteve.

É de sua autoria também o projeto 47/2020 que prorroga automaticamente o pagamento das parcelas de IPTU, ISS, multas de trânsito e ITBI pelo prazo de 180 dias, bem como cria o Programa de Parcelamento de Emergência (PPE). O projeto foi aprovado e publicado na lei 6.784.

O vereador encaminhou diversos requerimentos à prefeitura reivindicando: implantação de ecoponto no Bacanga, implantação de academia popular na Vila Samara, criação de aplicativo que informe os horários da coleta de lixo domiciliar, entre outras requisições que constam no arquivo da Câmara Municipal.

Como presidente do PSL, Chico esteve envolvido em uma investigação do Ministério Público Eleitoral sobre mulheres terem sido usadas como candidatas laranjas do PSL, nas eleições de 2018, para recebimento de dinheiro público.

Fora da legislatura, o vereador mantém há 5 anos o Projeto Semear que oferece cursos profissionalizantes gratuitos.

Chico é atualmente o primeiro secretário da Câmara Municipal de São Luís.

Eleições 2020

Concorrendo ao seu nono mandato na câmara dos vereadores, ainda pelo PSL, Chico Carvalho não declarou os bens pessoais ao TSE, como vem fazendo desde 2004.

Em 2020, recebeu R$ 110.000,00 de verba arrecadada para a campanha, da qual R$ 95.000,00 veio do partido e R$ 4.000,00 foram de investimento próprio. Foram gastos na campanha R$ 51.517,50.

Ele foi eleito com 5.221 votos válidos, ficando na 12º posição dos 31 vereadores eleitos em São Luís. Foi o único candidato eleito do PSL, do qual permanece presidente regional no Maranhão.

O vereador apoiou, no primeiro turno, o candidato Neto Evangelista (DEM) para prefeitura de São Luís.

CHICO CARVALHO - PSL